25/04/2018
A Ele a glória
Quando Jesus se coloca como exemplo a ser seguido, não é à toa. Até quando ele teve toda a oportunidade de mostrar o seu poder, teve atitude de servo
Luana Marino

A tentação de Jesus no deserto, relatada no capítulo 4 de Mateus (e também descrita nos Evangelhos de Marcos e Lucas), nos traz muitos ensinamos para nossa vida cristã. Um deles e mais claro é a importância da Palavra, este alicerce que temos de buscar para a nossa vida diariamente.

Em todos os momentos em que o diabo lança um questionamento sobre Cristo, ele responde com a Palavra. O último, no entanto, vai além, e nos chama atenção para um detalhe que resume tudo o que significa a nossa vida nesta terra.

Vejamos o que a Palavra diz: “Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles. E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás.” (Mateus 4:8-10)

Sempre achei esta parte, no mínimo, curiosa — afinal, como o diabo pode dizer isso ao Filho de Deus? Talvez se fôssemos nós ali, na mesma situação que Jesus, diríamos “enlouqueceu ou esqueceu que eu sou o Filho do Homem? Quem é você pra pensar que tem poder para me dar algo? Eu já sou dono de tudo isso por direito!”

Mas Cristo transcende a qualquer pensamento humano. A resposta de Jesus a esta terceira tentativa do diabo de fazê-lo sucumbir nos mostra que o foco não é quem eu sou ou o que tenho, mas sim quem é o Deus a quem sirvo. Ali, naquele momento, Jesus, em total atitude de humildade, mostra ao diabo que só uma coisa importa a nós: adorar a Deus, e somente a Ele prestar culto!

Paulo vai dizer em sua carta aos Coríntios que “quer comais, quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para a glória de Deus” (1 Co 10.31). Fomos criados com o propósito de adorar ao Senhor por TUDO: pelo dia que se renova, pelo trabalho, nossa família, nossas conquistas, nossas lutas, nossas perdas. Por tudo! 

Quando Jesus se coloca como exemplo a ser seguido, não é à toa. Até quando ele teve toda a oportunidade de mostrar o seu poder, teve atitude de servo.

Esta deve ser a nossa postura, pois tudo o que temos é para a glória do nome DELE. “Porque dele e por ele, e para ele são todas as coisas. Glória, pois, a ele eternamente. Amém”.

 

MAIS LIDAS

Mesa, lugar de comunhão
É tempo de restaurar os elos da comunhão


A Verdadeira Adoração
Vamos começar com uma pergunta: o que você sabe sobre adoração?


Deserto
O deserto tem um conteúdo simbólico muito grande na Bíblia


Mensagem na olaria
Deus nos molda como o vaso na mão do oleiro


Aflição
Por que Jesus nos permite passar pela tempestade?



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016