05/12/2018
Eu vejo!
Além de ver as coisas deste mundo, você consegue ver também as coisas eternas?
Redação CPIMW

Leitura bíblica: João 9.35-38 

Então o homem disse: “Senhor, eu creio”. E o adorou (Jo 9.38). 

O capítulo 9 de João relata a bela história do encontro de um cego na nascença com Jesus. A história é ainda mais bela pelos grandes contrastes apresentados no relato. 

Primeiramente, o evangelista João faz questão de deixar claro que o homem era “cego de nascença”. Inclusive seus pais são chamados para testemunhar sobre esta situação. Comprovado o fato, fica claro que ele nunca havia enxergado nada. Toda a sua vida resume-se a trevas e escuridão. Então ele é confrontado com Jesus Cristo, aquele que desde a eternidade é a Luz do Mundo (Jo 8.12;9.5). Que contraste! 

Logo adiante, há outro choque interessante na conversa do cego com os fariseus. O cego, que pela sua condição provavelmente não teve nenhuma instrução, é confrontado pelos doutores da lei. Na tentativa de compreender o que aconteceu, os homens instruídos nada souberam dizer, mas o humilde cedo pode afirmar: “Uma coisa eu sei: eu era cego e agora vejo!”. Enquanto os religiosos da época nada tinham compreendido sobre Jesus (v 29-30), é o cego que podes lhe garantir: “Ele é um profeta” (v 17).

Mas o constante ainda mais fascinante é quando o cego se reencontra com Jesus (v 35s). Seu problema físico ficou para trás, agora sua própria vida está em jogo. Antes ele fora curado do seu problema de não conseguir ver as coisas do mundo; agora ele tem a oportunidade de ser curado da sua situação de não poder ver as coisas eternas. Ele está diante do Senhor do Universo, que criou tanto o mundo material como o eterno. Quando Jesus o confronta, aquele que havia sido cego, tanto física quanto espiritualmente, pode afirmar com alegria: “Senhor, eu creio” (v 38). O texto ainda informa que no mesmo momento ele adorou a Jesus.

Permita-se fazer-lhe uma pergunta bem direta: além de ver as coisas deste mundo, você consegue ver também as coisas eternas? Para ver e entrar na eternidade é necessário crer e aceitar aquele que é o Eterno. 

- Claiton André Kunz, extraído do livro Devocional Wesleyano. 

 

MAIS LIDAS

Mesa, lugar de comunhão
É tempo de restaurar os elos da comunhão


O verdadeiro empoderamento
Uma reflexão sobre a palavra da moda dos dias atuais


É tempo de se fortalecer
A força da qual precisamos vem do Senhor


A Verdadeira Adoração
Vamos começar com uma pergunta: o que você sabe sobre adoração?


Deserto
O deserto tem um conteúdo simbólico muito grande na Bíblia



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016