02/10/2019
Merecimento
Somos todos pecadores, ou seja, desagradamos a Deus constantemente. Não há nada que nos torne melhores que os outros
Redação CPIMW

“Vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isso não vem de vocês, é dom de Deus” (Ef 2.8)

Leitura bíblica: Mateus 18.23-35

No texto de hoje, o primeiro servo teve uma grande dívida perdoada, mas esqueceu que não merecia tamanha demonstração de misericórdia quando encontrou alguém que lhe devia uma pequena quantia. Nenhum dos dois merecia o perdão, mas aquele que o recebeu não deveria lembrar-se disso e agir da mesma forma com os outros?

Costumamos julgar as pessoas de acordo com seus méritos: “Ele não merece que eu lhe faça isso”, “Você não está merecendo ganhar aquilo”, “Tal pessoa não merece outra chance”, “Fulano não merece nossa consideração”… Eu mesma já disse frases como essas diversas vezes. Mas de uns tempos pra cá, tenho refletido: “E eu? Eu mereço o que Deus fez e ainda faz por mim?” Claro que não, reconheço. O versículo em destaque mostra que a vida eterna ao é recebida devido aos nossos méritos, mas pela graça de Deus. Somos todos pecadores, ou seja, desagradamos a Deus constantemente. Não há nada que nos torne melhores que os outros. Paulo, talvez o apóstolo mais citado e conhecido, disse que era o pior dos pecadores (1 Tm 1.15). Diante do Deus santo, Isaías reconheceu sua indignidade para ser um profeta do Senhor; seus lábios foram purificados para que pudessem proclamar a mensagem divina (Is 6).

Quantas vezes desobedecemos a Deus da mesma maneira que nosso filho nos desobedece? Ou ignoramos a vontade de Deus e seguimos a nossa, deixando de fazer o que ele requer de nós por preguiça, egoísmo, vaidade ou capricho? Mas ainda assim, sem qualquer merecimento, dia após dia contemplamos o cuidado, o amor, o perdão e a provisão de Deus em nossas vidas. Lembrando disso, não podemos agir com os outros de acordo com seus méritos! Se Deus, em sua perfeição, não concede vida eterna baseado no que merecemos, como vamos negar algo a alguém porque pensamos que ele não merece? 

Clicia das Dores Barcelos, extraído do livro “Devocional Wesleyano”

 

MAIS LIDAS

É tempo de se fortalecer
A força da qual precisamos vem do Senhor


O verdadeiro empoderamento
Uma reflexão sobre a palavra da moda dos dias atuais


Mesa, lugar de comunhão
É tempo de restaurar os elos da comunhão


Deserto
O deserto tem um conteúdo simbólico muito grande na Bíblia


Mensagem na olaria
Deus nos molda como o vaso na mão do oleiro



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016