13/05/2019
Burkina Faso sofre com ataques a igrejas 
País, que se considerava ter tolerância religiosa, perde o posto com as constantes invasões de jihadistas
Redação CPIMW


(Foto: Reprodução/Twitter)

Após uma igreja evangélica ter sido atacada por atiradores, que mataram o pastor, seus dois filhos e outras três pessoas durante um culto, homens armados mataram seis pessoas e um sacerdote no último domingo (12) em uma igreja católica. 

Segundo comunicado do governo federal e outras fontes locais, os fiéis estavam deixando a igreja, na cidade de Dablo, região Norte Central do país, quando 20 homens os cercaram e atiraram contra eles, matando sete pessoas. 

O país, que se considerava ter tolerância religiosa, perde o posto com as constantes invasões de jihadistas. 

O prefeito de Dablo, Ousmane Zongo, à Reuters, informou que os radicais também queimaram igrejas e saquearam lojas antes de fugir do local. “Esses grupos terroristas estão atacando a religião com o objetivo macabro de nos dividir”, disse o prefeito. 

Grupos ligados ao Estado Islâmico e à Al Qaeda têm atacado Burkina Faso em 2019, com o objetivo de estender sua influência sobre as fronteiras porosas do Sahel, a caatinga árida do sul do Saara. 

Fonte: Guiame. 

 

MAIS LIDAS

Filme cristão conta história real de milagre 
"Superação - O Milagre da Fé" vai estrear em abril de 2019


Jubileu de Ouro: orientações para o evento
Evento acontece em 30 de abril no Rio


Igreja Metodista Wesleyana celebra 50 anos
Igreja foi fundada em 1967 em Nova Friburgo


Filme sobre soldado cristão é ovacionado
Longa foi exibido no Festival de Veneza


Filme "Para Sempre" estreia em dezembro
Longa é aposta após sucesso "O Quarto de Guerra"



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016