04/06/2019
ONU homenageia vítimas de perseguição religiosa
A ONU designou o dia 22 de agosto como a data internacional para homenagear as vítimas de atos de violência baseada na religião ou crença
Redação CPIMW

Decisão da ONU é um reconhecimento à causa da perseguição religiosa (Foto: reprodução)

A perseguição religiosa é uma realidade que ainda não recebe o destaque devido por parte da grande imprensa, mas a causa ganhou uma atenção importante na última semana. A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) designou o dia 22 de agosto como a data internacional para homenagear as vítimas de atos de violência baseada na religião ou crença.

A resolução foi copatrocinada pelo Brasil junto com Canadá, Estados Unidos, Polônia, Egito, Iraque, Jordânia, Nigéria e Paquistão, e adotada por consenso pelos 193 membros da entidade. O documento diz deplorar “todos os atos de violência contra pessoas com base em sua religião ou crença, bem como quaisquer atos dirigidos contra os seus lares, empresas, propriedades, escolas, centros culturais ou locais de culto, além dos ataques contra ou em lugares religiosos, locais e santuários que violam o direito internacional”.

A resolução diz ainda que “o terrorismo e o extremismo violento em todas as suas formas e manifestações não podem e não devem estar associados a nenhuma religião, nacionalidade, civilização ou grupo étnico”.

O documento enfatiza que “liberdade de religião ou crença, liberdade de opinião e expressão, direito à reunião pacífica e direito à liberdade de associação são interdependentes, interrelacionados e reforçam-se mutuamente, e salientar o papel que esses direitos podem desempenhar na luta contra todas as formas de intolerância e discriminação com base na religião ou crença”.

O Dia Internacional terá como objetivo “homenagear as vítimas e os sobreviventes que muitas vezes permanecem esquecidos”, disse o ministro das Relações Exteriores da Polônia, Jacek Czaputowicz.

Ele relembrou a onda de ataques nos últimos meses, inclusive em mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia, e no alvejamento de cristãos no Sri Lanka durante o domingo de Páscoa. “Esperamos que isso ajude a combater crimes de ódio e atos de violência relacionados à religião ou crença, e fortalecerá ainda mais o diálogo inter-religioso”, declarou Czaputowicz.

(Fonte: Guiame)

 

MAIS LIDAS

Filme cristão conta história real de milagre 
"Superação - O Milagre da Fé" vai estrear em abril de 2019


Jubileu de Ouro: orientações para o evento
Evento acontece em 30 de abril no Rio


Igreja Metodista Wesleyana celebra 50 anos
Igreja foi fundada em 1967 em Nova Friburgo


Filme sobre soldado cristão é ovacionado
Longa foi exibido no Festival de Veneza


Filme "Para Sempre" estreia em dezembro
Longa é aposta após sucesso "O Quarto de Guerra"



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016