05/12/2016
Prestação de Contas
Estamos nos preparando para ingressar em um novo ano

Sendo o ser humano dotado de algumas faculdades que o diferenciam do restante da criação, isso também tem um preço, tal como dizem as Escrituras: “A quem mais é dado, mais é exigido”. Os animais, por exemplo, não andam preocupados com coisa alguma, nem com o alimento cotidiano, nem com seu futuro, e tampouco com o de seus filhos. Para eles, o passado não existe, e nem sabem que há futuro; o que lhes importa é o momento presente. 

Conosco, as coisas são bem diferentes, pois trazemos vivas recordações dos anos que já se foram, e se não soubermos lidar com elas, mais atrapalham do que ajudam. Se o que vivenciamos hoje é um reflexo daquilo que semeamos e cultivamos no passado, seja ele recente ou remoto; não podemos esquecer que os dias futuros têm tudo a ver com aquilo que estou construindo no presente.

Além do mais, devo trazer sempre à memória que, como um ser responsável, vou estar continuamente dando ciência dos meus atos e, depois ser inquirido a prestar contas de tudo que me fora confiado.

Uma vez que chegamos ao final de mais uma etapa, que costumeiramente chamamos de ano, é de bom alvitre, que façamos uma pausa, visando assim, chegarmos a uma conclusão do que este ano representou para a minha vida. O interessante nessa avaliação é não lançarmos a responsabilidade sobre o período decorrido de 1º de janeiro a 31 de dezembro, e que ele é o único responsável pela minha falta de sucesso.

O grande cidadão Sul-Africano, que após 27 anos encarcerado, saiu para ser o presidente do seu país, refiro-me a Nelson Mandela, costumava dizer: “Eu nunca perco, pois quando eu não ganho, aprendo”.

Pela graciosidade divina, estamos nos preparando para ingressar em um novo ano, e mais uma vez precisamos entender, que não é o que ele vai trazer para nós, mas como vamos nos conduzir durante os seus 365 dias, que fará toda a diferença.

Aqui vão algumas orientações para todo aquele que deseja fazer de 2017, um ano inesquecível, independentemente do que possa ocorrer em nosso país, e até mesmo no mundo.

Em primeiro lugar, tome a decisão de estreitar o seu relacionamento com Deus, e para tanto, não hesite em abrir mão daquilo que lhe atrapalha neste relacionamento, e peça-lhe ajuda. “Mostra-me, Senhor, os teus caminhos, ensina-me as tuas veredas; guia-me, pois tu és o meu Deus, meu Salvador, e a minha esperança está em ti o tempo todo” (Sl 25.4-5).

Em segundo lugar, reserve um tempo diário para encontrar-se com Ele, quer na oração, quer pela leitura e meditação da Palavra de Deus. A.W. Tozer nos fala da importância deste exercício sagrado, citando uma experiência, assim diz ele: “Eu me recordo de um homem de Deus a quem foi perguntado: “O que é mais importante: Ler a Palavra de Deus ou orar? Ele respondeu: “O que é mais importante para um pássaro, a asa da direita ou da esquerda?”. Com isso, concluímos que um cristão não pode alçar voos mais altos em direção a Deus, se não levar a sério estes dois exercícios.

Por último, pense na importância do tempo, pois Deus estará depositando na conta de todos nós, a mesma quantidade de horas, no raiar de um novo ano. Logo depende de como vamos utilizá-las. É a mesma regra que rege o dinheiro, podemos ter o mesmo salário, mas a maneira como gastamos é o que faz a diferença. Seja sábio, e tome a decisão acertada, e assim o ano que se avizinha será de grandes realizações.

Um feliz ano novo, estes são os meus votos.

Bispo Elisiário Alves dos Santos é superintendente da 2ª Região Eclesiástica

MAIS LIDAS

Prestação de Contas
Estamos nos preparando para ingressar em um novo ano


A Igreja e o seu futuro
Nem tudo está dominado pelo secularismo, há sim um remanescente fiel


O drama de Ana
A perseverança de Ana mudou sua história


O crente e a oração
Relacionamento profundo com Deus só será possível com uma vida de oração sistemática


Mais perto de Jesus
Nos momentos de turbulência vamos testar a nossa estrutura



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016