08/02/2017
De pastor para pastor
O pastorado requer renúncia, amor e muita compaixão pelas ovelhas

Quanta alegria ver dezenas de pastores e missionárias serem consagrados nos concílios das diversas regiões de nossa Igreja Metodista Wesleyana. Minha memória levou-me para o Concílio de 1977 em Volta Redonda, RJ, quando pela graça de Deus recebi a imposição de mãos dos ministros oficiantes consagrando-me ao santo ministério pastoral. Ah, se eu tivesse que dar um conselho a estes novos pastores e missionárias, abriria o meu coração e diria:  

Não é fácil ser pastor. O pastorado requer renúncia, amor e muita compaixão pelas ovelhas. Podemos investir o máximo da nossa vida, do nosso tempo em fazer coisas para Deus, porém, lembrem-se mesmo das coisas importantes, não substituem o amor e a compreensão do pastor pelo seu rebanho. 

O rebanho precisa sentir-se amado, querido e abraçado pelo seu pastor. Como podemos demonstrar isso? Perdoando as faltas das nossas ovelhas, visitando aos faltosos, reconhecendo o trabalho voluntário prestado por elas, demonstrando cortesia para com aqueles que cooperam na Obra do Mestre. Pequenos gestos de gratidão fazem muita diferença. 

Não é fácil ser pastor. Quantos que feridos pelas circunstâncias da vida precisam de um ombro amigo para se proteger, uma mão estendida para ser abraçado, um coração cheio de ternura para ser compreendido e um olhar de compaixão capaz de perdoar.

Não é fácil ser pastor. Pastor é função sacerdotal. É levar nos ombros o peso da aflição dos nossos irmãos, a angústia daqueles que sofrem, a tristeza dos atribulados de espírito. É ter alma generosa para sentir a dor dos corações dilacerados.

Não é fácil ser pastor. Ser pastor é ter a capacidade de chorar com os que choram, é carregar a carga que fere os nossos semelhantes, é pedir perdão quando erramos, é ser mais humano para entender os humanos. 

Não é fácil ser pastor. Ser pastor é encarnar na alma o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus, que sendo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus, antes, a si mesmo se esvaziou, tornando-se em semelhança de homens. 

Parabéns pelo chamado pastoral, que o vosso ministério seja frutífero, uma fonte de bênçãos para centenas e centenas de ovelhas que o Sumo Pastor entregará aos vossos cuidados.

Bispo José Damião é superintendente da 7ª Região Eclesiástica

 

MAIS LIDAS

De pastor para pastor
O pastorado requer renúncia, amor e muita compaixão pelas ovelhas


Os desigrejados
Os desigrejados acham que têm razões suficientes para se rebelarem contra as igrejas convencionais


Igreja Orgânica
o cuidado que devemos ter com este movimento



NOVIDADES
WTV

 FACEBOOK  WTV  NEWS
Centro de Publicações da Igreja Metodista Wesleyana com sede na Avenida Venâncio, 17 - Xerém
- Duque de Caxias - RJ - CEP 25245-500 | CNPJ: 15.732.218/0001-08

© Todos os direitos reservados. 2016